top of page

UPCYCLING:A REUTILIZAÇÃO CRIATIVA DE INSUMOS


O mercado da moda sempre aquecido, diversas coleções por ano, lojas de fast fashion...tudo isso vai sufocando o planeta de produtos e mais produtos. O termo upcycling começou a ganhar peso exatamente como uma solução para esse movimento.


Será que realmente precisamos criar mais peças?

E se a gente pudesse repaginar peças de coleções passadas?


Nesse post vamos aprofundar mais esse conceito de sustentabilidade que a moda pode e precisa ser cíclica.


O que é Upcycling?


Essa é mais uma pauta sobre .


Upcycling é um processo que nos leva a usar melhor materiais já existentes, abraçando essa tendência que busca a diminuição do desperdício de recursos.


Além disso, é o ato de utilizar a criatividade, dar um novo e melhor propósito para um material que seria descartado, sem degradar a qualidade e composição do mesmo, afinal, todos concordamos que é preciso existir uma desaceleração das produções em grande escala, não é?


No Japão, a transformação de peças usadas e o reaproveitamento de tecido já são técnicas utilizadas há mais de um século. Por lá, o conceito é conhecido como “boro”.


A estilista estoniana Reet Raus montou uma linha de produção em uma fábrica em Bangladesh que utiliza resíduos para a produção de roupas upcycled.




Upclycling como solução para reduzir impactos ambientais


No Brasil, de acordo com o Sinditêxtil-SP (Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo):

  • são produzidas cerca de 175 mil toneladas de resíduos têxteis

  • A maioria é proveniente dos cortes de peças das confecções nacionais

  • Estima-se que mais de 90% sejam levados a aterros sanitários e outros tipos de descartes incorretos — ainda que isso seja um crime ambiental, conforme Lei nº 12.305/2010.


O descarte inadequado gera graves consequências ao meio ambiente, pois alguns tecidos demoram muitos anos para se decompor e podem intoxicar o solo e a água.


Além da tendência da moda sustentável, um motivo para que o upcycling esteja sendo cada vez mais utilizado é o aumento da consciência individual, uma vez que o consumidor já está se questionando sobre o destino das roupas que utiliza e o modo como são produzidas.



Quando surgiu o upcycling?


Pode parecer um assunto novo, mas na verdade é uma tendência que surgiu nos anos 90 por uma necessidade de inovação e mudança de comportamento.


O termo upcycling foi utilizado pela primeira vez por volta de 1994 pelo ambientalista alemão Reine Pilz.

8 anos depois, criador do selo Cradle to Cradle (Do Berço ao Berço) William McDonough reutilizou o termo, o que o popularizou.


Esse selo é uma oposição à ideia de produção “do berço ao túmulo”. Ou seja, a proposta é garantir uma cadeia produtiva que seja circular. Cada ciclo deve ser um novo “berço” para os insumos, desde sua criação até a reutilização.



Upcycling é o mesmo que reciclagem?


É importante frisar que upcycling não é o mesmo que reciclagem, é na verdade um tipo de evolução sobre o conceito de reaproveitamento, da continuidade do ciclo de vida do produto e pode ser aplicado na moda, na decoração, a materiais de papelaria e outros produtos.


Ao contrário da reciclagem, que prevê a criação de um novo ciclo para o material descartado, o upcycle visa a valorização do ciclo. De acordo com William McDonough e Michael Braungart, no livro Cradle to Cradle: Remaking the Way We Make Things, upcycle é “evitar desperdício de materiais potencialmente úteis, fazendo uso dos já existentes”.




Em resumo, o upcycling existe para que os resíduos sirvam de insumo para novas produções caseira ou até comerciais.


Upcycling na moda


Apesar de poder ser aplicado em outras áreas, na indústria da moda ele tem um grande impacto que pode mudar a forma como as peças são feitas.

O processo produtivo da indústria têxtil é complexo e necessita de grandes quantidades de energia, água, produtos químicos que muitas vezes são poluentes. Uma cadeia produtiva que, muitas vezes, passa longe da ética.


O upcycling caminha lado a lado com outros movimentos de sustentabilidade na moda, como o eco fashion e o slow fashion. Vale conhecer marcas e empresas que adotam esses conceitos em seu processo de produção.



A Patagonia é uma marca que estimula os clientes a não comprar nada além do necessário e usar a mesma peça por vários anos.


No mercado artesanal, o upcycling também surge como uma solução em desenvolvimento por pequenos artesãos.


Nosso mule jeans é feito a partir do reaproveitamento de calças jeans que iriam para descarte.





Upcycling na decoração


Quando falamos sobre a prática de upcycling, a criatividade não tem limites!


Sabe aquele armário antigo que já viu dias melhores e você tem pena de jogar fora? O processo de upcycling pode garantir a continuidade do ciclo de vida desse móvel de diferentes forma.


No upcycling anda sempre junto com a criativo.




Upcycling industrial Existem organizações de manufatura que reutilizam os resíduos em produtos que entram novamente nos ciclos de consumo.

A TerraCycle, fundada em 2011 e presente no Brasil desde 2010, é um exemplo disso.


A empresa aposta no upcycling como via para a conservação do planeta e já coletou mais de três bilhões de resíduos em todo o mundo, utilizando-os para criar bolsas, guarda-chuvas, cadernos, entre outros produtos verdes.


Além de diminuir a quantidade de entulho a ser descartada, o upcycling contribui para a redução dos poluentes gerados na criação de novos objetos. E as possibilidades são infinitas.


O pessoal do Studio Bike Furniture Design, de Michigan, nos Estados Unidos, transforma peças de bicicleta em móveis modernos e irreverentes. Vale como inspiração!




Em resumo, conheça 3 benefícios do conceito de upcycling:

  1. Rentabilidade: os materiais usados certamente custam bem menos do que os já fabricados.

  2. Criatividade: para transformar os materiais existentes em algo novo, bonito e único é preciso dar o melhor de si.

  3. Sustentabilidade: evita que resíduos se acumulem em aterros sanitários, além de reutilizar o material para produtos novos, sem o uso abusivo de água e energia, como seria para fazer algo do zero.



71 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page